“ E quando a saudade lhe doer, recorde o quanto me fez sofrer.  Romances sinceramente acabam com a vida de qualquer um, ou melhor, o final...


E quando a saudade lhe doer, recorde o quanto me fez sofrer. Romances sinceramente acabam com a vida de qualquer um, ou melhor, o final deles. Não há que não se abale com um final, seja fim de novela, filme, séries, amor.. Ah, o fim de um amor é sempre trágico, há sempre uma parte da gente que morre. Eu por exemplo, dediquei praticamente minha vida à alguém, pensando que seria pra sempre, tanto clichê, romance, tanta vida jogada fora. Ao lado dele, eu me desligava do mundo, tanto que esqueci que o “pra sempre” só existe nos contos de fadas. Sentia que se precisasse, eu dava minha vida pra ver ele feliz. Foram tantos momentos, beijos, abraços, carinhos.. tantas noites de amor, eram perfeitas, sempre acordávamos com um sorriso. Era tão bom rir das suas piadas sem graça, e gargalhar quando eu te acordava de madrugada só pra buscar um copo d’água pra mim. Bom, por um tempo achei que era tudo perfeito, você, eu, nós parecíamos um casal perfeito, sem erro. Porém, um dia tudo muda, o mundo, as manias, os costumes, as pessoas.. você. Nunca pensei que me faria sofrer tanto, chorar, gritar, morrer de dor. Você me deixou sem motivo ou aviso prévio. O que antes não parecia ter “data de validade” pareceu durar menos do que o esperado. Te implorei que voltasse, passei noites, dias, tardes esperando você me ligar arrependido me pedindo pra voltar. Falando que esse fim foi apenas um engano. Eu continuava persistindo nesse mesmo erro, te amar, e achava que estava certa. Fui cegada por todo esse amor, mas era tudo superficial. Passei noites em claro chorando, pedindo à Deus qual foi o meu erro, o que eu tinha feito para receber tal dor. Pedindo que a gente desse certo. Porém como dizem, quando Deus não nos dá o que pedimos é porque não é isso que realmente necessitamos, agora percebo que nunca foi, nem nunca será você. O fim foi o resultado da oração “Livrai-me de todos os males. Amém.”. Não digo que já não te amo, digo que aprendi à me amar. E quando sentir saudade do que fomos, lembre-se de tudo que eu sofri, de tudo o que me fez.”
— Amei, sofri, mas hoje estou aqui.

You Might Also Like

0 recadinhos

Solta o verbo meu jovem.

Flickr Images