“Confesso que gostei, não deveria, mas adorei.. Me agradou demais tua cara sofrida ao admitir que ainda me amava, que sentia minha falta m...


“Confesso que gostei, não deveria, mas adorei.. Me agradou demais tua cara sofrida ao admitir que ainda me amava, que sentia minha falta mais do que tudo. Era engraçado te ver no meu lugar de “sofredora”. Eu adorei, simplesmente adorei cada segundo desse teu sofrimento tão merecido, te vi chorando, quem diria. Você chorando, e ainda mais por mim. Ah, como aguardei por esse momento. Porém agora vou lhe dizer o que mais deu-me prazer.. foi ver teu orgulho caindo aos pedaços quando me viu com outro, o amor ou talvez o ciume falou mais alto nessa hora e lhe fez falar tudo o que à muito era proibido por seu orgulho, de falar. Você, jurando que me amava, que precisava de mim. Mas acha que eu acreditaria logo em você? Um cara que adorava quebrar juramentos, promessas, e antes que eu me esqueça.. que adorava quebrar corações. Bom, mas eu ao contrário de você, sou uma pessoa de palavra. Lembra quando eu te disse que se me deixasse partir, seria pra sempre? Que eu jamais voltaria atrás na minha decisão e que algum dia eu acharia alguém que me merecesse? Pois então, hoje te provei que cumpro o que digo, estou feliz amando quem me ama, não vou voltar pra ti. Espero que as lembranças te façam boa companhia, e que lhe tragam muitas lágrimas e sofrimento.”
— De alguém que te amou.

You Might Also Like

0 recadinhos

Solta o verbo meu jovem.

Flickr Images