“ E eu gosto dessa escuridão em que vivo, pois a luz normalmente me faz ver coisas que definitivamente eu preferia nunca ter visto.  Sorri...


E eu gosto dessa escuridão em que vivo, pois a luz normalmente me faz ver coisas que definitivamente eu preferia nunca ter visto. Sorrisos, eles iluminam tudo o que eu gostaria que ficasse na escuridão, eles me lembram à dor. Deve estar imaginando, e desde quando sorrisos lembrar à dor? Pois lhes digo, a dor de sorrir todos os dias para à noite se acabar em lágrimas, se torturar com lembranças. Eu gosto das trevas, pois minha vida se resume meio que nisso, nessa mesmice, na escuridão sem fim. Essa que esconde minhas lágrimas de todos os motivos delas estarem escorrendo por meu rosto. Posso sofrer, realmente, sofrer demais.. porém jamais deixarei que saibam de todo esse sofrimento, e muito menos que são o motivo dele. Isso seria humilhação demais, meus inimigos não merecem. Por isso, sorrisos, os detesto. Em mim não brota um verdadeiro, à muito.. muito tempo. Mas está bom assim, ótimo, pra ser mais precisa. Enquanto eu continuar nas trevas, enquanto essas lágrimas ficarem subentendidas. Estou bem, é claro que estou.. até que alguém, prove o contrário.”
— Trevas, escuridão.. às vezes ajudam 

You Might Also Like

0 recadinhos

Solta o verbo meu jovem.

Flickr Images