“Tento todos os dias escrever algo sobre o sentimento que hoje habita dentro do meu peito.Tento todos os dias comigo mesma, te descrever, ...


“Tento todos os dias escrever algo sobre o sentimento que hoje habita dentro do meu peito.Tento todos os dias comigo mesma, te descrever, descrever o que você é para mim.Tento chegar até você, com algumas meras palavras, e com canções, que me trazem lembranças do que éramos. Meu subconsciente só sabe redirecionar meu pensamento à uma coisa. À uma pessoa.Só sabe redirecionar meus pensamentos para todas as lembranças que tenho de nós. Ah, como eu queria que estivéssemos juntinhos agora. Com eu desejo lhe ter apenas para mim. Como desejo o seu amor. Como desejo que se entregue de braços abertos para eu poder te dar todo o meu amor. Te dar todo o sentimento que já está me sufocando aqui dentro. Não é apenas uma “vontade” de lhe falar sobre meus sentimentos, sinto como se já fosse uma necessidade. Dizer-te como me sinto agora que não tenho-te mais. E como eu achava lindo o nosso amor, como encantava-me nos ver juntos, tentar descrever o que eu sentia quando estava em teus braços.. explicar-te como eu adorava quando teu perfume ficava em minha roupa. Sinto sua falta, porque quando fostes embora era tarde demais, você já havia se transformado numa parte de mim, uma das mais importantes, aliás. Aquela parte que dava-me forças para sorrir, para viver, a parte de mim que eu mais amava.. Realmente, por mais que eu tente, não há jeito de transformar em palavras tudo que estou sentindo, nada é belo o suficiente para descrever o que ainda sinto por ti, nada é tão melancólico o suficiente para traduzir essa saudade imensa que me invade. Nada é o suficiente pra você.. bom, e acredito que nem eu fui.”
— (desabotoar-te feat. fascinad-a)

You Might Also Like

0 recadinhos

Solta o verbo meu jovem.

Flickr Images