Amargurada.. amargada, amarguei-me. Simplesmente isso, doçura já não me é bom, me enjoa, enoja-me por total. Pessoas, ah, por que mes...


Amargurada.. amargada, amarguei-me. Simplesmente isso, doçura já não me é bom, me enjoa, enoja-me por total. Pessoas, ah, por que mesmo pessoas merecem ser tratadas com doçura? Elas sempre me foram muito amargas, nunca fizeram questão de doçura ou sequer delicadeza. Me magoaram, feriram-me. Jamais se importaram com minha dor, por que eu deveria importar-me com suas dores agora? Vou é rir, sorrir, ei de gargalhar. Suas dores de certa forma agradam-me, me fazem ver que tudo que sempre me haviam feito se à voltado contra eles mesmos. Não sou má, ou ao menos não era, nunca fui. Sempre tive medo de ferir aos que me rodeavam, nunca me às agradado ver a ninguém sofrendo, mas as pessoas me transformaram.. nisso que sou hoje, nisso que vos assombra, sou o que temem. Porém não tenho culpa alguma se ão amargado minha doçura, transformado a inocência de meu sorriso numa malícia assustadora. À muito meu sorriso já havia sido transformado mas ninguém percebera, ou ligara. Talvez agora liguem, pois agora os afeta muito, lhes interessa o que vos ameaças. O que lhes assusta.. os assombra e por muito tempo assombrará.

You Might Also Like

3 recadinhos

  1. Simplesmente amei esse texto... É tão eu rs
    Parabéns, muito lindo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada [[: Eu acho estranho quando me sinto assim, tão amargada. Me parece bem assustador, haha.. Ah, adorei seu ultimo texto também.

      Excluir
  2. De certa forma é um pouco assustador mas não deixa de ser lindo o jeito que você descreve isso nos seus textos. Não ache estranho, pois apesar de tudo tenho certeza que são sinceros :)
    Que bom que gostou do meu texto também!

    ResponderExcluir

Solta o verbo meu jovem.

Flickr Images